Arquivos do Blog

Pá na Pedra também terá ações em Justinópolis

Com a intenção de descentralizar a produção cultural, em Ribeirão das Neves, o Pá na Pedra 2011 marcará presença, também, em Justinópolis. A ideia é promover um diálogo sobre as atuações culturais presentes nas diversas regiões da cidade, promovendo uma integração entre os moradores de ambas.

Entre as ações na região, no dia 5 de setembro, o Centro Socioeducativo de Ribeirão das Neves receberá o “Pá na Pedra na Escola”, uma das atividades de formação que teremos ao longo do evento. Será exibido o filme “5x Favela – Agora por Nós Mesmos”, e logo após, juntamente com os alunos, o vídeo será discutido, fazendo um paralelo com a realidade desses jovens.

Além do filme, haverá a apresentação das bandas Karkaça (Ribeirão das Neves) e Mezbeth (Vespaziano), na Praça da Matriz de Justinópolis. Os shows ocorrerão na sexta-feira, dia 9 de setembro, a partir das 20 horas.

Karkaça

O convite fica para que, tanto os moradores da Região Central de Neves, os de Justinópolis e ainda os do Veneza, participem de toda a programação disponível durante o evento.

Pá na Pedra divulga o resultado da seleção de bandas pelo TnB

Foram 217 bandas e artistas, de diversas regiões do país, inscritos pelo portal do Toque no Brasil, superando as expectativas da curadoria. Todos foram ouvidos e avaliados por membros do Coletivo Semifusa. O Coletivo agradece aos que se cadastraram e parabeniza pela qualidade do trabalho apresentado e o desejo de tocar no Pá na Pedra 2011.

Desses artistas, foram selecionadas três bandas, Mezbeth, Monograma e A Corte, que tocarão no festival, em Setembro.

A banda Mezbeth é de Vespasiano-MG e iniciou suas atividades em 2005. Após uma pausa, o grupo retomou as atividades esse ano, com uma sonoridade mais madura e autêntica, apresentando os sons de seu primeiro CD Demo também intitulado “Mezbeth”. Seu trabalho tem como ingredientes “guitarras sujas” e riffs pesados mostrando as influencias da banda na cena metal alternativa mineira.

Ouvir: mezbeth.tnb.art.br

Monograma surgiu em 2006, em Belo Horizonte e, desde então, vem trabalhando com suas próprias composições, em uma mistura de “indie rock e letras bem trabalhadas”. A banda lançou seu segundo EP, “Da tempestade à Calmaria”, ano passado e está divulgando seu trabalho por Minas ao longo desse ano.

Ouvir: monograma.tnb.art.br

A Corte, através do Rap, busca valorizar e resgatar a musicalidade brasileira. O grupo foi criado em 2004 e desde então tem feito diversas parcerias e misturas sonoras influenciadas pelos estilos MPB e Samba de Raiz. O grupo acaba de gravar seu primeiro trabalho em estúdio que será lançado pela ONG Favela é Isso Aí.

Ouvir: acorte.tnb.art.br

%d blogueiros gostam disto: