Arquivos do Blog

Ação do Pá na Pedra nas escolas

As atividades de formação do Festival Pá na Pedra, realizadas pelo Coletivo Semifusa, contemplaram nos dias 23, 24 e 25 de outubro as escolas João Gonçalves Neto, José Bonifácio Nogueira, Maria da Piedade e a Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, projeto social do Sistema Divina Providência, todos no município de Ribeirão das Neves, com uma ação junto aos alunos dessas escolas.

Foram aplicadas oficinas com a proposta de fomentar uma questão nas jovens mentes do ensino médio, “O que você sabe sobre Neves?”. Colocando à proposta em pauta, foi grande a repercussão no debate, política, cultura, infraestrutura, educação, ativismo, mídialivrismo e o papel social da nova geração foram discutidos de forma livre e integrante.

Durante os três dias de oficinas nas escolas, cada vez mais foi confirmando algo ja imaginado pelos membros do Coletivo, que nossa cidade possui uma juventude ativa, “antenada”, disposta a debater e a contribuir com a construção de debates e atividades que visam a construção de um futuro diferente do que o senso comum diz, e não o contrário como ressaltam em outros cantos da cidade. Destruindo o rótulo de que Ribeirão das neves nunca passará de uma “cidade domitório” que é conhecida somente por sua grande quantidade de presidios.

No término de mais essa etapa do Festival Pá na Pedra, toda a equipe de produção se sente orgulhosa por ter partilhado este momento com todos os jovens que participaram, tendo a certeza de que este diálogo se estenderá no pós-festival.

Passeio cultural em Ribeirão das Neves

Isso mesmo que você está lendo! O Pá na Pedra vai proporcionar ao seu público o que as pessoas não conseguem nem imaginar, um passeio cultural por lugares interessantes, bonitos e inspiradores da cidade. O intuito do passeio é levar às pessoas a conhecerem locais de destaque da cidade, contrariando a mística de que a cidade não tem pontos turísticos.

O investimento para o passeio, é de R$ 15, e as vagas são limitada. Você pode fazer sua inscrição através do formulário disponível AQUI.

Veja mais detalhes sobre os locais:

Espaço invertido

O espaço é conhecido nacionalmente, através da mídia, mas poucas pessoas sabem que esse espaço fica no bairro Granjas Primavera, próximo ao Nova Pampulha em Ribeirão das Neves. A casa inusitada é utilizada atualmente como espaço de eventos e receberá a nossa visita dentro do Pá na Pedra.

Congado – Festa no nossa senhora do Rosário

Realizado pela Comunidade Nossa Senhora do Rosário o Congado é um dos mais respeitados eventos de nossa cidade. E ele será realizado no mesmo período do Pá na Pedra, apenas uma desculpa para que possamos passar por lá e conferir essa linda festa de mais de 100 anos de existência, com uma riqueza cultural impressionante.

Lajinha

Esse lugar maravilhoso é desconhecido de boa parte da população Nevense. O local faz parte de uma das APA’S (Area de preservação ambiental) e contém um imenso bioma, estimado pelos técnicos como um local que merece ser cuidado por correr risco de extinção, em virtude do avanço populacional.

Atelier Carlim Crepalde

 Carlim Crepalde esse é o nome artístico de um dos mais respeitados artistas de Ribeirão das Neves, denominada “Arte povera” ou “arte pobre”, que tem a característica de utilizar materiais simples e artesanais para reconstruir o sentido do material. O artista ganhou notoriedade, ao expor suas artes no Festival gastronômico de Tiradentes e abrirá seu atelier para nos atender no Passeio Cultural.

Igreja da Colina

Localizada na estrada dos Pereiras entre a BR 040 e MG 06, no bairro San Marino, bem ao alto da montanha  encontra-se a tradicional igrejinha da Colina, que de longe encanta os olhares dos romeiros com a sua simples e rústica estrutura. Construída na década de 30 por moradores da época que transportavam o material por meio de carros de bois e tropas de burros, tijolo por tijolo ela foi erguida. Ampliada e reinaugurada em 16 de maio de 1946, em  na década de 90 foi tombada como Patrimônio Cultural pela Lei Orgância Municipal, sendo restaurada em 1999, abrindo as portas para a tradição e religiosidade de seus fiéis.

Fonte: Portal Prefeitura de Ribeirão das Neves.

Coiotes S.A., Se7ima e Quarteto Instrumental são as bandas locais selecionadas

As bandas Coiotes S.A., Se7ima e Quarteto Instrumental são as primeiras a garantir espaço no Pá na Pedra 2012. As três bandas foram escolhidas pelo Semifusa através do formulário de inscrição, e são as representantes de Ribeirão das Neves no palco do festival.


A Coiotes S.A. é de Justinópolis. A banda de metalcore está na estrada desde 2008 e já tocou em diversos festivais, como a edição de BH do Grito Rock 2011. Agora, a banda trabalha na gravação do seu primeiro EP.



Já a Se7ima é da região central de Neves. A banda nasceu em 2010 e, desde então, fez presença em diversos festivais. Além disso, os músicos lançaram diversos singles como “Fragmentos” e o webclipe “Tudo a minha volta”.



A Quarteto Instrumental nasceu este ano, também em Justinópolis. As composições do Quarteto têm influência do blues, funk, ska, jazz e música brasileira, o que dá um tom peculiar à música instrumental proposta pela banda.


Agora, fique atento! Em breve será divulgada toda a programação musical do evento, além dos horários e locais das demais atividades.


Eu, desenho?

Já se imaginou em uma folha de papel? Durante a programação musical do Pá na Pedra o pessoal do Estúdio Black Ink vai estar no Parque Ecológico mostrando seu trabalho.

Arte: Black Ink

O Black Ink é um estúdio de design, ilustração e quadrinhos. O pessoal abusa da criatividade em suas criações e faz um trabalho bem diferente. Para curtir a produção do Black Ink clique aqui.

Eles vão fazer caricaturas do pessoal que passar por sua banquinha hoje e amanhã, a partir das 17h.

Rolando agora a Oficina de Elaboração de Projetos Culturais

Hoje, durante a programação do Pá na Pedra, está acontecendo a Oficina de Elaboração de Projetos Culturais, com Roberta Henriques. Durante a atividade, os participantes puderam esclarecer dúvidas sobre como deve ser construído um Projeto para ser levado à aprovação de algum órgão.

pá na pedra

Segundo Alana Januário, os participantes puderam entender “a importância de cada item que deve ter dentro do projeto, como, por exemplo, a equipe que irá trabalhar para sua execução, a verba, a planilha orçamentária, entre outros”.

Os participantes também têm a oportunidade de colocar em prática o que aprenderam elaborando um projeto.

Mais tarde, teremos durante a programação a Mostra de Vídeos com o documentário Brega S/A de Vladimir Cunha e o filme Sozinho no Inferno, de Gemerson Sander.

%d blogueiros gostam disto: